SOBRE

Sempre gostei de desenho e artes plásticas, mas tudo começou em 1998 quando comecei a frequentar o ensino secundário. Entrei para o curso Técnico de Gestão do Ambiente, curso que gostei muito, pois tinha muito da área de ciências, biologia e geografia, áreas de interesse para mim e que gosto muito. Durante o decorrer do curso tive uma disciplina que enquadrava nesta área de desenho, ou seja arquitectura paisagista, e foi a partir daí que o interesse pelo desenho se acentuou mais.

Ao contrário do muito que se pensa sobre o desenho e pintura, e que tudo isso já nasce com a pessoa, eu penso o contrário, todos nós trazemos um pouco de "artista", mas cabe-nos a nós desenvolvê-lo ou então deixá-lo adormecer por completo. Toda a pessoa, desde que estimule a sua criatividade na área certa, pode ser um excelente artista.

A pintura e desenho, ou mesmo outro tipo de manualidades, podem ser utilizadas como um grande "escape" para o stress dos nossos dias, no caso de um adolescente a escola, um adulto o trabalho ou outro tipo de actividade diária.

No meu caso na altura eu andava um pouco stressada com a escola, novo ano, novos colegas enfim o normal de uma adolescente que está a frequentar o ensino.

Uma vez a psicóloga da escola disse-nos, para que cada vez que nos sentíssemos frustrados para pegarmos numa folha branca e um lápis e simplesmente riscarmos, de modo a aliviar o stress. Experimentem, vão ver que ajuda muito e com o passar do tempo já não vão querer riscar, mas sim fazer um desenho pois a vossa criatividade começa logo a trabalhar.

O carvão foi o meu passatempo inicial. Cada vez que via algo, tipo um desenho de outra pessoa, uma imagem ou fotografia, tinha que experimentar eu a desenhar para ver como ficava, mas claro no final dava sempre o meu toque, pois tinha e continuo a ter a minha maneira de ver as coisas, e como é óbvio desde que haja duas pessoas, são sempre duas opiniões diferentes.

Acabei a escola e comecei a trabalhar. Aí surgiu-me a ideia de experimentar novas técnicas, novos produtos, outras coisas diferentes do que já fazia. A primeira técnica a experimentar foi a aguarela da qual só resultou um desenho, mas que com certeza não será o único, apenas ainda não tive tempo de explorar mais.

Após esta minha experiência, a minha imaginação nunca mais parou e desde aí tenho experimentado diversas técnicas de pintura, decoupáge, modelagem, etc.

Até então tinha experimentado diversas técnicas, agora chegou o momento de ir aprofundando cada uma e aperfeiçoando o pouco que já sei, pois neste mundo é uma constante de aprendizagem, pois há sempre algo que não se sabe e que aparece nesse momento, assim como novas formas de executar a mesma coisa, enfim um sem número de coisas que acontece nas artes decorativas, como em tantas outras áreas.

O Projecto Trapalhices nasceu há alguns anos, mas só em Dezembro de 2009 se tornou realidade.

Inicialmente não tinha nome mas devido a uma situação caricata com um trabalho que estávamos a efectuar decidimos chamar TRAPALHICES.

Trapalhices era para ser uma pequena loja de artes-decorativas (Trapalhices - Artes Decorativas), mas com o passar do tempo houve a necessidade de ir desenvolvendo um pouco mais.

Neste momento Trapalhices encontra-se dividida em 3 blogues ou seja o Artes Decorativas onde poderá adquirir alguns materiais para trabalhar, o Fábrica de Sonhos onde poderá ver alguns dos nossos trabalhos já realizados e o Festas & Eventos onde poderá encontrar lembranças para todo o tipo de ocasiões, desde casamentos, baptizados, aniversários, etc.

Tivemos um pequeno espaço, que poderá visualizar no link, mas que por motivos de aumento da família trapalhices, assim como a economia mundial não estar a ajudar muito, fomos forçados a fechar temporariamente o espaço, passando apenas a funcionar através dos blogues.

Neste momento Trapalhices está de novo em funcionamento, com nova localização e nova imagem.


(Imagem inicial de TRAPALHICES)

(Nova Imagem de TRAPALHICES)



Esperemos que gostem.

Sem comentários: